Meiotom - Concursos literários

Ficha de inscrição

Participe

Regulamento

 

www.ipiaget.org

Cancioneiro 6ª Edição Concurso Poético Infanto-Juvenil
para a Língua Portuguesa

Campus Universitário de Almada
31 de Maio de 2008

A 6.ª edição do Concurso Poético é apresentada no próximo dia 31 de Maio de 2008 no Campus Universitário de Almada, com a presença do presidente do Instituto Piaget, Dr. António Oliveira Cruz, e a realização de diversas conferências sobre poesia.

Os trabalhos, inéditos, podem ser entregues até dia 29 de Janeiro de 2010, e os resultados serão anunciados até dia 20 de Abril de 2010.

6º Concurso Poético Cancioneiro I nfanto-Juvenil

para a L íngua Portuguesa

REGULAMENTO GERAL

CLÁUSULA 1ª

O Cancioneiro Infanto-Juvenil para a Língua Portuguesa

procurará abranger os países de Língua Oficial Portuguesa

e seus migrantes.

CLÁUSULA 2ª

O Cancioneiro concretizar-se-á através de Concursos

Poéticos, cuja estruturação constará no regulamento

específico de cada concurso, o qual deverá integrar-se no

espírito deste Regulamento Geral.

CLÁUSULA 3ª

Podem apresentar-se a concurso 5 grupos concorrentes:

GRUPO 1 – Crianças até aos 6 anos inclusive;

GRUPO 2 – Crianças dos 7 aos 11 anos inclusive;

GRUPO 3 – Adolescentes dos 12 aos 15 anos inclusive;

GRUPO 4 – Jovens dos 16 aos 20 anos inclusive;

GRUPO 5 – Maiores de 21 anos;

CLÁUSULA 4ª

Para os grupos 1, 2, 3 e 4 as temáticas são livres; para o

grupo 5 têm que ser temáticas relacionadas com a infância

ou a juventude.

CLÁUSULA 5ª

Os júris serão escolhidos pelo Conselho Directivo do Instituto

Piaget, para o que se rodeará de competente assessoria.

1. Haverá dois júris: um júri inicial, de triagem; e um júri

final.

2. O júri inicial escolherá os poemas que considere mais

representativos dos diferentes grupos a concurso.

3. O júri final seleccionará, de entre os poemas já escolhidos

pelo júri inicial, aqueles que manifestem qualidades

intrinsecamente poéticas, por ordem de preferência e por

cada grupo de concorrentes.

CLÁUSULA 6ª

Cada concorrente pode apresentar mais do que um poema,

competindo ao regulamento específico de cada concurso

determinar a sua modalidade. Os membros do júri também

podem concorrer, mas não terão nem avaliação nem

prémios, a não ser a publicação.

CLÁUSULA 7ª

Em cada concurso o prémio será a publicação de todas as

poesias escolhidas pelos júris e estas passarão a fazer

parte do Cancioneiro.

CLÁUSULA 8ª

Cada concurso tem um Simpósio Final, que incluirá a

Sessão de Entrega de Prémios.

CLÁUSULA 9ª

Os concursos poéticos realizam-se com periodicidade

trienal.

CLÁUSULA 10ª

Cada concurso terá um secretariado, encarregado da sua

organização, sob a orientação e responsabilidade do

C.I.E.R.T. (Centro Internacional de Epistemologia e Reflexão

Transdisciplinar) do Instituto Piaget.

CLÁUSULA 11ª

Para cada concurso, será solicitado o apoio de entidades

patrocinadoras, tanto públicas como privadas.

REGULAMENTO DO 6º CONCURSO POÉTICO

(Ano 2008-2010)

1. O Concurso está aberto a todos os interessados da

C.P.L.P. (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa)

2. Podem apresentar-se a concurso cinco grupos de

concorrentes:

GRUPO 1 – Crianças até aos 6 anos inclusive;

GRUPO 2 – Crianças dos 7 aos 11 anos inclusive;

GRUPO 3 – Adolescentes dos 12 aos 15 anos inclusive;

GRUPO 4 – Jovens dos 16 aos 20 anos inclusive;

GRUPO 5 – Maiores de 21 anos;

3. Para os grupos 1, 2, 3 e 4 as temáticas são livres; para

o grupo 5 têm que ser temáticas relacionadas com a infância

ou a juventude.

4. Os trabalhos apresentados devem ser inéditos. O

número de poemas enviados por cada concorrente não

deve ultrapassar (em princípio) o que a seguir se indica:

Grupo 1 e 2 – 25 poemas

Grupos 3 e 4 – 20 poemas

Grupo 5 – 5 poemas

5. Aceitam-se poemas colectivos para os grupos 1 e 2;

6. Os concorrentes que concorrem através do

estabelecimento de ensino devem enviar a indicação da

residência. Esta omissão pode significar a impossibilidade

de contactar o concorrente, atendendo à mobilidade que

se verifica no período escolar.

7. Quando o registo do poema não for feito pela criança,

deverá ser enviado em letra de imprensa ou

dactilografado;

8. Cada concorrente deverá fazer acompanhar o(s) poema(s)

de uma ficha de identificação, que conterá também outros

elementos que se consideram imprescindíveis para arquivo

e selecção dos poemas, bem como para investigação. A

ficha identificativa é de preenchimento obrigatório. Os

concorrentes que não preencham devidamente esta ficha

serão automaticamente retirados do concurso, embora os

seus textos se mantenham arquivados e possam ser objecto

de futura investigação.

9. Os originais, em língua portuguesa, serão remetidos

acompanhados das fichas referidas no ponto 8, para:

a. Centro de Coordenação do 6º Concurso Poético do

Cancioneiro Infanto-Juvenil para a Língua Portuguesa,

Instituto Piaget, Campus Universitário de Almada, Quinta

da Arreinela de Cima, 2800-305 Almada;

ou

b. via e-mail: cancioneiro@almada.ipiaget.org

10. No sítio www.ipiaget.org, Cancioneiro Infanto-Juvenil,

encontrará todas as informações e fichas necessárias para

participar neste Concurso Poético.

A equipa que trabalha no Centro de Coordenação está

disponível para qualquer esclarecimento, por escrito, via

e-mail ou através dos seguintes números:

Geral: 21 294 62 50 (ext. 361)

Fax: 21 294 62 51

11. O envio dos poemas significa a aceitação deste

regulamento, pelo candidato, não

cabendo recursos face a decisões do júri.

12. O júri será composto por um mínimo de 3 elementos;

13. O lançamento do 6º Concurso Poético é em 31 de Maio

de 2008 e os trabalhos devem ser enviados até 29 de

Janeiro de 2010.

14. A escolha pelos júris far-se-á até 29 de Março de 2010.

15. A informação acerca das poesias escolhidas será feita,

aos próprios, até 20 de Abril de 2010.

16. O Simpósio Final e a Cerimónia de Entrega do Prémio

terão lugar em 7 e 8 de Maio de 2010.

17. A atribuição do prémio far-se-á de acordo com o

estipulado na CLÁUSULA 7ª do Regulamento Geral do

Cancioneiro.

18. Os originais remetidos não serão devolvidos, ficando

à disposição do C.I.E.R.T.

19. Os direitos de publicação dos trabalhos apresentados

ficam a pertencer ao Instituto Piaget, ou a quem este

determinar. Os autores das obras premiadas ficarão

inteiramente livres para publicá-las sob quaisquer outras

formas, 18 meses após o prémio de publicação. Todavia,

deverá sempre figurar a menção do prémio recebido no 6º

Concurso Poético do Cancioneiro Infanto-Juvenil.

20. Os poemas podem ser assinados com pseudónimo,

que deverá constar da ficha de identificação.

21. O não cumprimento do Regulamento Geral pode levar

à exclusão do concorrente.

Regulamento 6º Concurso (2008/2010)

Cancioneiro Infanto-Juvenil para a Língua Portuguesa

O Instituto Piaget, instituição de carácter socioeducativo essencialmente vocacionado

para o desenvolvimento das estruturas sociais e da pessoa humana, nomeadamente

crianças e jovens, decidiu lançar em 1989 – ano em que comemorou o seu 10º

aniversário –a criação de um Cancioneiro Infanto-juvenil para a Língua Portuguesa.

Dos 1º, 2º, 3º, 4º e 5º Concursos poéticos, entretanto já realizados, resultou não

apenas a publicação dos poemas escolhidos e considerados os mais significativos,

mas igualmente um processo de investigação e de reflexão sobre as modalidades

e o tempo de emergência da razão imaginante e poética.