Meiotom - Concursos literários

ATENÇÃO: NÃO PAGUEM ABSOLUTAMENTE NADA PARA ESSE CIDADÃO DE NOME HÉLIO NÓBREGA - O PESSOAL DO CONCURSO DE CRÔNICAS PARECE QUE RECEBEU O LIVRO, ENTRETANTO, O MESMO SELECIONOU OUTROS AUTORES PARA A PRODUÇÃO DE OUTRO LIVRO, SENDO ENVIADO VALOR PARA PRODUÇÃO E POSTAGEM E NÃO RECEBERAM NADINHA. A GRÁFICA ONDE DIZ TER PRODUZIDO O LIVRO PEDE DESCULPAS MAS NADA RECEBEU PARA A PRODUÇÃO DA TAL COLETÂNEA. SUA JUSTIFICATIVA HÁ SEMANAS (DOIS MESES) É A DE QUE O PROBLEMA É DO CORREIO, FATO ESTRANHO, OS LIVROS (SIC) FORAM ENVIADOS PARA VÁRIAS PARTES DO BRASIL. AGORA, DIZ QUE ESTÁ CORRENDO PARA UMA NOVA PRODUÇÃO DE CEM LIVROS... AS JUSTIFICATIVAS NÃO TEM FIM. NA ÚLTIMA, DEPOIS DE PRESSÃO DE TODOS OS PARTICIPANTES, PEDE DESCULPAS POR TER MENTIDO:

Seguem hoje, sem mais  atrasos os respectivos exemplares de "Crônicas Selecionadas", após o atraso involuntário de mais de dois meses e que acabaram gerando uma enorme confusão, que se faz necessario que eu explique agora.
Em maio solicitei  a Trade a diagramação do volume 2 da antologia resultante dp Prêmio Literário Cidade de Porto Seguro/Crõnicas 2008,,Crônicas Selecionadas". Pensava assim que o livro, no máximo inicio de junho estaria pronto e enviado.
          Ocorre  que a diagramação só ficou pronta em junho, acarretando com isso um primeiro atraso, de certa forma não esperado.
          Mas esse não foi o único problema apresentado pela diagramação;  a Gráfica com que trabalhamos, a Gráfica Criativa, grafcriativa@hotmail.com, tel 73 3288-5459/9979 4706, Cesar/Eva, devido a inadequações técnicas apresentadas pela diagramação se viram obrigados a reverem e refazerem-na, o que acarretou novos e ensandecedores atrasos, culminando, finalmente, com a impressão nesta ultima sexta feira, dia 31 de Julho.
          Neste interim, acreditando que o "atraso" estaria solucionado e os livros definitivamente enviados "na próxima sexta-feira", ignorante absolutamente nestas coisas de diagramação e suas sutilezas técnicas e nas coisas gráficas e seus transtornos, cometi um êrro: comecei a dizer que "enviei" os livros. Achava, piamente, como acabei de dizer, que os atrasos não passariam "desta sexta feira". E as "sextas feiras", ensandecedoramente, se sucediam, para minha inquietação e novas reafirmações de "ja enviei". Ara! Pois só agora, hoje seguem. Pelos motivos ora expostos.
          Peço   minhas sinceras desculpas aos autores pelo atraso involuntário e por ter lançado mão de um artifício para, e na esperança - que "sexta feira" ja teria  tudo resolvido, com os livros definitivamente enviados.
           Gostaria de informar também que este foi o primeiro atraso de edição ocorrido com a Via Literária. Atuamos desde 2006, sendo esta a nossa quarta publicação em 2 anos e meio.
           Reiterando meus pedidos de desculpas, desejo a todos um bom recebimento de seus exemplares em prazo que não creio superarem dez dias, excetuando-se os que irão para o exterior. Atenciosamente, Hélio Nóbrega 

 

A TRADE enviou e-mail aos participantes informando que o Sr. Hélio não cumpriu com suas obrigações de pagamento pelo serviço prestado.

 

Este e-mail chegou em 6.7.2009 - confirmarei aqui se os autores receberam ou não os livros.

 

CARLOS - MEIOTOM

 

Prêmio Literário Cidade de Porto Seguro

 

Envio até 31 de Maio de 2009

 

A Via Literária Produtora Cultural declara iniciado o Prêmio Literário Cidade de Porto Seguro- edição 2009/Contos.

 

1-  Objetivo:

Inserir Porto Seguro no contexto cultural nacional e internacional; incrementar a produção de textos literários como forma de dinamização cultural; estimular o hábito de leitura; promover e homenagear autores.

2- Premiação:

2.1 A comissão seletora elegerá o conto vencedor e selecionara 30 outros por menção honrosa para publicação em livro alusivo em agosto de 2009.

2.2 O resultado da seleção e a escolha do conto vencedor será anunciado em 30 de julho.

2.3 O autor do conto vencedor recebera como prêmio a importância de R$ 1.000,00(hum mil reais) em dinheiro e dez exemplares da antologia.

2.4 O numerário correspondente ao prêmio será pago ao autor ou à sua ordem em 1º de setembro. 

2.5  Os outros 30 autores que integrarão a antologia terão direito a um exemplar; os que residirem fora do município de Porto Seguro e quiserem receber o exemplar pelo Correio arcarão com a despesa do envio.

 

3-Participantes:    

Poderá participar deste concurso quem tenha no mínimo 16 anos.

 

4- Inscrição:

A inscrição é gratuita e ocorre automaticamente com o envio do texto.

 

 

 

 

5- Tema, quantidade, apresentação e envio:

 5.1 Tema: livre

 5.2 O texto deverá ser digitado em português, na fonte arial 12, no máximo em 2 laudas (duas folhas de papel ofício), espaço simples.

 5.3 O envio do conto ocorrera exclusivamente por e-mail (via.literaria@hotmail.com), até 31 de maio.

 5.4 No e-mail deverá constar o nome completo do autor (a), sexo, idade, endereço e o título do conto.  

 5.5 Cada autor poderá enviar até 2 contos.

 

6-Autorização para publicação e cessão de direitos autorais:

 Ao enviar o texto o autor estará:

     6.1 Declarando conhecer este regulamento, regente do Prêmio Literário Cidade de Porto Seguro-2009/Contos, e estar inteiramente de acordo com seu teor;

    6.2 declarando como de sua autoria o conto enviado e assumindo inteira responsabilidade sobre essa declaração;

    6.3   autorizando a sua inserção no livro resultante que será publicado em agosto; e,

    6.4 cedendo os direitos autorais para a 1ª edição da antologia resultante do evento.

 

    7- Do material enviado:

Os contos selecionados serão publicados na primeira edição da antologia e os não selecionados, deletados.

 

    8- Os casos omissos serão resolvidos pela Via Literária Produtora Cultural.

 

Apoio: O Prêmio Literário Cidade de Porto Seguro tem o apoio institucional da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Porto Seguro, Os jornais O Sollo e Topa Tudo e a rádio FM Porto Brasil (88,7).

 

       Porto Seguro, BA; 1º de março de 2009.

 

                                             

                                              Hélio Nóbrega