Meiotom - Poesia


 

POEMA

JORGE COOPER

Uma saudade verde

(Me sabe a verde

a saudade)

Verde como o oito da sua casa

Um oito deitado

(Infinito de saudade)

 

Nunca madura nem de vez

Perdura sempre verde

a saudade