Meiotom - poesia


 

 

Pedro Du Bois

A VIDA E OS VIVOS

 

A vida (os vivos) segue seu curso

imposto (a aposta) em símbolos:

o sangue lateja artérias

 

        o cérebro reconhece

        lapsos            passos

                              cadenciam

                              trajetos

 

       o espaço transformado

       ao tempo (o temporal

       se avizinha em raios

       de contato).

 

Os vivos (a vida) se apresentam

mortos de medo (temores)

do dia seguinte.

 

(Pedro Du Bois, inédito)
 
outros poemas:
http://pedrodubois.blogspot.com
http://valeemversos.blogspot.com