Meiotom - poesia


 

título: PALAVRAS I

Eunice Arruda


 

Nestas noites de junho

nestas noites de agosto

e em outras noites escuras

sozinhas, nas noites de

luar e caminhadas, nestas

 noites

um amor me chama reclama

na sombra das esquinas

na espuma entornada

na ronda na

roda

 

Nestas noites de junho

a terra se abre em

ouro

e dentro

largo som se alastra

largo som de sinos

anuncia

estas noites de junho

agosto

nestas noites de agora

unhas rentes

rente ao muro

eu te chamo reclamo

na sombra das ruas

na espuma na

roda

o luar vem

e clareia

esta ponta de lápis

esta ponte

Na febre na fronte

um sonho circula

largo som se

alastra

nestas noites de junho

 

um amor me chama

reclama ao luar

das esquinas na

espuma entor

nada

na

roda reclamo

na sombra do muro

o amor se abre

 em ouro

 me chama

nestas noites de junho

nestas noites de chama

 

                 EUNICE ARRUDA

(do livroAs pessoas, as palavrasEditora de Letras e Artes, 1976 – São Paulo – SP)

 

Voltar