meiotom  poesia & prosa

e-mail: meiotom@uol.com.br

 

   meiotom.blog                                                 TEATRO

 

ESPECIAL

 André Carneiro

 Eunice Arruda

 Leminski

 J. Cardias

 Jorge Cooper

 Poesia Cubana

 Poema Libai

POESIA

 Carlos Pessoa Rosa

 Convidados

 Carlos Pessoa Rosa

 Convidados

 Carlos Pessoa Rosa

 Convidados

 POESIA VISUAL

 Almandrade

 Carlos Pessoa Rosa

 Clemente Padín

 F. Aguiar

 G. Debreix

 Hugo Pontes

 José L. Campal

 J.M.Calleja

 Rafael Marin

 Poe-Zine

 Marcos Rosa

 Avelino Araujo

 Thierry Tillier

 FOTOGRAFIA

 Andrea Angelucci

 F. Pillegi

 Euclides Sandoval

 TITE

 GONDIM

ARTES PLÁSTICAS

 Lúcia Rosa

 Felipe Stefani

 Maria Domênica

 Lampros

 DIVERSOS

 Concursos

 Resultados concursos

 Resenhas

 Estatística

Grupo Namakaca faz circulação com espetáculos

de seu repertório circense em parques da cidade

 

Comemorando 14 anos de trabalho continuo de pesquisa o Grupo Namakaca realiza projeto de circulação com o espetáculo O Besouro Mutante em parques da cidade, faz mostra de repertório no Circo do Beco e diversas atividades formativas com oficinas de malabarismo e de iniciação circense para adultos e crianças, especialidades da companhia.  O grupo foi contemplado com o Edital de Apoio a Criação Artística – Linguagem Circo, da Secretaria Municipal de Cultura. Todas as atividades são gratuitas.

 

O projeto começa com a apresentação do espetáculo Besouro Mutante no Parque da Independência (no Ipiranga), dia 18 de março, domingo, às 16h. E segue no Parque da Aclimação, dia 7 de abril; Parque Jardim da Luz (Bom Retiro), dia 14 de abril; Parque Raul Seixas (José Bonifácio), dia 15 de abril; Parque Vila Guilherme(Vila Maria), dia 21 de abril e Parque Piqueri (Tatuapé), dia 29 de abril.

 

De 2 de abril a 1º de maio acontece a mostra de repertório no Circo no Beco, na Vila Madalena com os espetáculos Carlos Felipe em Apuros (dia 2 de abril), Quebrando a Bacia (dia 9 de abril), O Omelete (dia 16 de abril), É Nóis na Xita (dia 23 de abril), Besouro Mutante (dia 28 de abril) e Zé Preguiça (dia 1º de maio).

 

Formado pelos artistas circenses Cafi Otta, Du Circo e Montanha Carvalho, o Grupo Namakaca  foi criado em 2004 com a proposta de ampliar, contribuir e preservar os horizontes da linguagem do palhaço e das artes do circo. Desde então, criaram 7 espetáculos:  É Nóis na Xita, Zé Preguiça, Besouro Mutante, O Omelete, Carlos Felipe em Apuros, Quebrando a Bacia e o mais recente espetáculo, O Pavão Misterioso.

 

“Nosso estímulo para este projeto vem ao encontro com tudo de inusitado que podemos oferecer ao público, e também pelo desejo de interferir em locais onde, comumente, os frequentadores não encontram manifestações artísticas”, explica Cafi Otta.

 

Programação completa

 

Espetáculo Besouro Mutante

Direção: Rhena de Faria. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.

 

Três vendedores charlatões rodam o mundo divulgando seu incrível produto: o Elixir Besouro Mutante, uma bebida milagrosa capaz de resolver todos os males, físicos e psíquicos. A prova da sua eficácia é a transformação do fusca 73, antes conhecido como Tétano, em uma máquina incrível.

 

Utilizando suas habilidades circenses, os três caixeiros viajantes tentam convencer a plateia dos poderes de seu produto, transformando até mesmo os próprios espectadores, que descobrirão habilidades que nem imaginavam ter.

 

Dia 18 de março, domingo, às 16h.

Parque da Independência - Av. Nazareth, S/N – Ipiranga.

 

Dia 7 de abril, sábado, às 11h.

Parque da Aclimação - Rua Muniz de Souza, 1119 – Aclimação.

 

Dia 14 de abril, sábado, às 11h.

Parque Jardim da Luz - Rua Ribeiro de Lima, S/N - Bom Retiro.

 

Dia 15 de abril, domingo, às 16h.

Parque Raul Seixas - Rua Murmúrios da Tarde, 211 - José Bonifácio.

 

Dia 21 de abril, sábado, às 15h.

Parque Vila Guilherme – Trote - Av. Nadir Dias de Figueiredo - Vila Maria Baixa.

 

Dia 29 de abril, domingo, às 11h.

Parque Piqueri - Rua Tuiuti, 515 – Tatuapé.

 

Mostra De Repertório

Local: Circo no Beco

Rua Belmiro Braga, 31 – Vila Madalena.

 

Dia 2 de abril, segunda-feira, às 21h.

Carlos Felipe em Apuros

Carlos Felipe é um homem elegante, educado e fino.  Sua vida segue aparentemente em equilíbrio, mas seu universo é repleto de pequenos problemas.  A partir daí técnicas de equilibrismo, malabares e palhaço são usadas para que Carlos Felipe e a plateia divirtam-se sem parar.  Um espetáculo simples, quase sem texto, baseado na relação entre o artista, o público e o espaço a sua volta.

Direção: Grupo Namakaca. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.

 

Dia 9 de abril, segunda-feira, às 21h.

Quebrando a Bacia

O espetáculo conta a difícil rotina de trabalho do contra-regra atrapalhado do Circo Kapput. Limpar o traseiro do elefante acrobata, escovar os dentes da girafa bailarina, e alimentar um leão banguela são só algumas das aventuras que fazem parte do dia-a-dia do nosso herói. Atrás das cortinas do picadeiro, o personagem transita por vários tipos do imaginário do circo: malabarista, palhaço, mágico, tudo terminando sempre em grande confusão. Como no momento em que se arrisca no picadeiro para realizar uma antiga performance da família, o inimitável número das bacias chechenas. 

Direção: Alê Roit. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.

 

Dia 16 de abril, segunda-feira, às 21h.

O Omelete

Quem nasceu primeiro? O ovo ou a galinha?  O artista Du Circo responde esta pergunta com uma mistura de ingredientes: técnicas circenses, muita habilidade e pitadas generosas de humor. Um espetáculo que revive momentos inesquecíveis do imaginário circense. Apesar de estar sozinho no palco, Du Circo divide a cena com o público o tempo inteiro. A participação ativa da plateia é uma das características principais do espetáculo. 

Direção: Grupo Namakaca. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.

 

Dia 23 de abril, segunda-feira, às 21h.

É Nóis na Xita

Carro chefe do grupo, esse espetáculo circense mostra o convívio entre três personagens: Du Circo, Montanha e Cafi, que disputam os aplausos do público, aceitando os próprios equívocos como fonte de improvisação. Além de malabarismos, monociclos, acrobacias e palhaçadas, o espetáculo é também musical, brincando com ritmos tipicamente brasileiros e instrumentos da cultura popular como cavaquinho, pandeiro e percussão.

Direção: Alê Roit. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.

 

Dia 28 de abril, sábado, às 16h.

Besouro Mutante

Três vendedores charlatões rodam o mundo divulgando seu incrível produto: o Elixir Besouro Mutante, uma bebida milagrosa capaz de resolver todos os males, físicos e psíquicos. A prova da sua eficácia é a transformação do fusca 73, antes conhecido como Tétano, em uma máquina incrível. Utilizando suas habilidades circenses, os três caixeiros viajantes tentam convencer a plateia dos poderes de seu produto, transformando até mesmo os próprios espectadores, que descobrirão habilidades que nem imaginavam ter.

Direção: Rhena de Faria. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.

 

Dia 1º de maio, terça-feira, às 17h.

Zé Preguiça

A peça infantil é uma infiel adaptação de Lazy Jack, conto folclórico britânico que imortalizou a figura arquetípica do preguiçoso presente em diversas culturas, inclusive no Brasil,  com o emblemático Jeca Tatu, personagem criado por Monteiro Lobato. Premiada em 2008 no 12º Cultura Inglesa Festival como Melhor Espetáculo Infantil, seu roteiro é estruturado a partir da interpretação de três galos narradores, que cantam, tocam e improvisam versos. Em seguida o que se vê é uma divertida sequência de números e esquetes cômicos, onde a trupe mostra seu diversificado repertório de técnicas circenses.

 Direção: Lu Lopes. Duração: 50 minutos. Classificação etária: Livre.

 

Oficinas

Oficina de manipulação de objetos não convencionais

Dias  16 e 23 de maio, das 19h às 22h.

Local: Galpão do Grupo Namakaca.

Rua Álvaro Martins, 17 – Vila Ipojuca.

Público: Artistas, alunos de escolas de circo/artes cênicas, mímicos, artistas circenses com intenção de criarem números com objetos normalmente não utilizados para fazer malabarismo.

Vagas: 12

Inscrições até o dia 14 de março pelo email: namakaca@gmail.com

A seleção será divulgada até o dia 16 de março através da página do grupo no Facebook.

 ****

 

Oficina de malabarismo para iniciantes e iniciados

Dia 5 de maio, das 9h30 às 12h30

Local: Tendal da Lapa

Rua Constança, 72 (travessa da Rua Guaicurús) Lapa.

Público: Curiosos, artistas, alunos de escola de circo com dificuldade em malabares, pessoas que queiram lutar contra a gravidade,...

Idade: à partir de 8 anos  

Vagas: 20 vagas

Inscrições até o dia 27 de abril email: namakaca@gmail.com

A seleção será divulgada até o dia 30 de abril através da página do grupo no Facebook.

****

 

Oficina de iniciação circense para pais/mães e crianças.

Dias 28 de abril, das 9h30 às 12h30.

Local: Galpão do Grupo Namakaca

Rua Álvaro Martins, 17 – Vila Ipojuca

Público: Interessados em circo em geral de todas as idades.

Vagas: 20

Inscrições até o dia 20 de abril email: namakaca@gmail.com

A seleção será divulgada até o dia 23 de abril através página do grupo no Facebook.

****

 

Oficina de Passe De Clave

Dias 23 de março e 6 de abril, das 14h30 às 17h30.

Local: Galpão do Grupo Namakaca.

Rua Álvaro Martins, 17 – Vila Ipojuca.

Público: Iniciados em atividade circense - nível intermediário e avançado.

Vagas: 20 vagas.

Inscrições:  Enviar carta de interesse contando sua trajetória circense e habilidades de passe de clave até o dia 19 de março.
Obs: caso trabalhe em dupla ou em grupo fazer uma única inscrição informando o número de participantes.    

****

 

Bate Papo

Dia 9 de abril, às 14h.

Local: EEP (Encontro de Estudos da Palhaçaria) - Centro de Memória do Circo – Café dos Artistas.

Galeria Olido – Av. São João, 473.

Objetivo: falar sobre o histórico da companhia.

 

Sobre o Grupo Namakaca

O Grupo foi criado em 2004 para ampliar, contribuir e preservar, através de pesquisas contínuas, os horizontes da linguagem do palhaço e das artes circenses brasileiras.  Em sua trajetória criou 7 espetáculos: É Nóis na XitaZé PreguiçaBesouro Mutante; O OmeleteCarlos Felipe em Apuros; Quebrando a Bacia; e o mais recente espetáculo, O Pavão Misterioso.

 

Com eles realizaram mais de 1.000 apresentações, em 23 estados brasileiros, agindo sempre nas fronteiras sociais, oferecendo atrações com entrada gratuita para pessoas com pouco ou nenhum acesso a espetáculos circenses e teatrais.  O Grupo Namakaca também se arriscou em outras praias, como no musical Noé, Noé, Deu a Louca no Convés, de Ivaldo Bertazzo, na ópera A Italiana em Argel, de Hugo Possolo  e no longa-metragem O Contador de Histórias, de Luiz Villaça. 

 

Fora do Brasil, se apresentaram em Hamamatsu, Japão; em diversas Convenções Européias, como na Eslovênia, na Grécia e na Holanda; e em alguns dos mais importantes festivais de teatro da Espanha, como o FIT de Cadiz e o Festival de Teatro Clássico de Almagro. Em 2016 participaram das gravações de uma série de tv que será exibida pelo Canal HBO.

 

Informações para imprensa:

Adriana Balsanelli

Fone: 11 99245 4138

imprensa@adrianabalsanelli.com.br