Meiotom - resenhas


 

JAMAICA BRASILEIRA

EDGARD DE SOUZA SILVA

   

Artigo I da Declaração Universal dos Direitos Humanos:

 "Todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade".

Artigo XXVI, 2: "... A instrução promoverá a compreensão, a tolerância e a amizade entre todas as nações e grupos raciais ou religiosos, e coadjuvará as atividades das Nações Unidas em prol da manutenção da paz".

 

 “...Assim começa a jornada de crianças em busca de um novo dia...”

 

Edgard de Souza Silva, desenhou em poesia tudo o que ficou gravado até hoje em seu espírito jovem.

Depois do livro “MEMÓRIAS DE UM ADOLESCENTE E SEUS IDEAIS”, também da LUCI SCIASCIA EDITORA,  agora nos presenteia com “JAMAICA BRASILEIRA” . Uma coletânea de observações e pensamentos que Edgard,  com apenas dezenove anos, traz consigo desde seu nascimento.

Belo e sintético. Assim é “JAMAICA BRASILEIRA”, um livro que retrata, em termos de pura poesia um assunto polêmico, porém pouco discutido: o preconceito racial.

Sabemos que ele está presente no nosso dia-a-dia e tem suas raízes no próprio sistema político e econômico, mas poucos o descreveram assim, com esse fervor e com essa paixão que assinala a  preocupação e a real grandiosidade do tema.

Sua prosa poética e envolvente, que tende a se manifestar como uma construção aberta e linear,  ingressa na erudição, no humanismo e nos adjetivos. Edgard possui uma notável habilidade para escolhê-los ao questionar e desconstruir os mitos de superioridade e inferioridade existentes entre os vários grupos humanos.

O leitor é transportado para os lugares e situações  idealizados pelo autor, através de uma prosa lógica e racional. Sugere e ensina  que a pessoa é levada desde criança a ter idéias e atitudes racistas, por viver numa sociedade onde os valores incutidos pela cultura na qual foram socializados são predominantes.

O que faz deste livro uma obra diferente e curiosa,  é a grande preocupação que seu autor possui sobre o problema do preconceito racial e todas as suas vertentes, mostrando as diferenças de raças e etnias através de seus valores e manifestações culturais.

Um livro que insere o bom leitor num mundo real e imaginário ao mesmo tempo e que espera contribuir para a reflexão e elaboração de políticas que visem alcançar a igualdade de oportunidades e de tratamento.

“JAMAICA BRASILEIRA”: O mais jovem escritor da União Brasileira de Escritores,  inaugura um novo estilo de escrever no Brasil. Transforma em prosa seus sonhos de  liberdade, igualdade e justiça social, fala sobre os limites dos seres moralizados que somos, bem como de nossa (in)capacidade de solidariedade e tolerância. Faz fluir a emoção contagiante que é passada através de uma escrita agradável e acessível, que entre muitas outras qualidades,  me levam  a convidá-los ao desfrute de lê-lo.

Fragmento:

..."Voltando a falar dos tutores da Jamaica Brasileira,
vou descrever suas respectivas cores,
pois a amizade entre eles era verdadeira
e não havia preconceito, porque todos sabiam dos seus valores.
Sérgio Sabedoria era amarelo, descendente de orientais.
Luíza Esperança era negra e sua cor era muito forte.
Ricardo União era branco e sabia de seus ideais.
E Joaquina Paz era vermelha e esperava com as crianças ter sorte"...

Sonia Kessar

Assessora de Imprensa

.........................................................................

 SOBRE O AUTOR:

EDGARD  DE SOUZA SILVA é o autor mais jovem da União Brasileira de Escritores. Tem dezenove anos, é estudante de Letras da Pontifícia Universidade Católica (PUC) - São Paulo. 

Autor de “MEMÓRIAS DE UM ADOLESCENTE E SEUS IDEAIS”.

.......................................................................................... 

FICHA TÉCNICA:

 NAS LIVRARIAS A PARTIR DO DIA 22 DE MAIO DE 2003
LIVRO: JAMAICA BRASILEIRA

EDITORA: LUCI SCIASCIA EDITORA

AUTOR: EDGARD DE SOUZA SILVA

FORMATO: 21 x 15,5 cm
PREÇO: R$ 18,00

N. DE PÁGINAS: 81

 LANÇAMENTO:

São Paulo

DIA 22 DE MAIO DE 2003 ÀS 18:00 HORAS

LIVRARIA DA VILA - Rua Fradique Coutinho, 915

Vila Madalena – SP - Fone: 3814-5811

Rio de Janeiro

BIENAL DO LIVRO

DIAS 17 E 18 DE MAIO DE 2003

 

CONTATOS:

Editora:  

LUCI SCIASCIA EDITORA

lucisciasciaeditora@terra.com.br

Fone: 9565-7628 – Fax: 3835-2191

 

Autor:

EDGARD DE SOUZA SILVA

edgardss@terra.com.br

Fone: (11) 9569-5561

 

Assessoria de imprensa:

SONIA KESSAR

kessar@terra.com.br

Fones: (11) 5589-5991 e 9740-0526

.................................................................................