meiotom  poesia & prosa

e-mail: meiotom@uol.com.br

 

   meiotom.blog                                                   TÂNIA DU BOIS

 

ESPECIAL

 André Carneiro

 Eunice Arruda

 Leminski

 J. Cardias

 Jorge Cooper

 Poesia Cubana

 Poema Libai

POESIA

 Carlos Pessoa Rosa

 Convidados

 Carlos Pessoa Rosa

 Convidados

 Carlos Pessoa Rosa

 Convidados

 POESIA VISUAL

 Almandrade

 Carlos Pessoa Rosa

 Clemente Padín

 F. Aguiar

 G. Debreix

 Hugo Pontes

 José L. Campal

 J.M.Calleja

 Rafael Marin

 Poe-Zine

 Marcos Rosa

 Avelino Araujo

 Thierry Tillier

 FOTOGRAFIA

 Andrea Angelucci

 F. Pillegi

 Euclides Sandoval

 TITE

 GONDIM

ARTES PLÁSTICAS

 Lúcia Rosa

 Felipe Stefani

 Maria Domênica

 Lampros

 DIVERSOS

 Concursos

 Resultados concursos

 Resenhas

 Estatística

------------------------------------------------------------------------------------

POR QUE OS HOMENS NÃO

ESCUTAM AS MULHERES?

por Tânia Du Bois

 

            A desatenção é um problema na vida do casal. A mulher sente na pele quando o homem não a escuta ou dá respostas evasivas. É costume pensar que é descaso. Tem homem que finge estar distraído para evitar o assunto; dorme no meio da conversa, ou só aceita conversar em determinado horário. Se a mulher insistir, retruca com algum assunto que não tem nada a ver, ou se cala, não participando mais.

          Podemos pensar que o homem gosta de fazer uma coisa por vez; que é objetivo e, muitas vezes, impaciente com os “floreios” da mulher. Mesmo que depois ele venha a perguntar: “Por que não falou antes?” Se ele escutasse com atenção, poderia evitar muitos conflitos.

           

“... Ah, se um dia respondesses / ao meu bom-dia: bom dia! /

Como a noite se mudaria / no mais cristalino dia!”   Carlos Drummond de Andrade

 

            Há a “turma” de mulheres que se queixam dos homens que não as escutam e opinam que é interessante abrir espaço para o homem participar dos cuidados, do cotidiano; curtir a vida e, quem sabe, poder ver no por do sol a imagem refletida do homem dando atenção à mulher e facilitando as escolhas diárias.

          O diálogo mantém o encontro do casal e resulta em nova mulher que pode ajudar o homem a compreender a vida com as mudanças e aberturas entre duas pessoas com sentimentos. O dom da palavra nos leva à relação, um momento, e até a um bom livro – novo encontro, nova oportunidade de sentir o mundo. Toda mulher quer ser ouvida o ano inteiro pelo seu amor.

 

“ Se com minhas palavras te redesenho / aproximo minha alma / e nela, / 

escuto teu coração dizendo / o que sempre me digo...”   Carmen Silvia Presotto

 

Recriar o tempo, em vez de acrescentar horas ao dia; fazer uma pausa, desligando o botão da rotina; certamente há chances de os homens escutarem cada minuto com sabedoria; a mulher terá certeza de estar viva e que a vida a dois vale a pena.

                       

“Onde o homem e a mulher são um, / Onde espadas e granadas /

Transformam-se em charruas, / E onde se fundem verbo e ação”.    Murilo Mendes